IMAGENS

IMAGENS

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Entrevista para BELA CASA E CIA - Por:Rô Wölfl Correspondente na Alemanha - 03/08/2015

                                                         DINA GARCIA, A BAIANA QUE RETRATA A CULTURA AFRO-BRASILEIRO EM TELAS QUE  PERCORREM O MUNDO!                                                          

Uma das mais talentosas artistas plásticas do Brasil, mora no interior da Bahia é autoditata e já expôs suas obras em vários países como: Estados Unidos,Itália e França. Dina Garcia, a baiana que começou a pintar utilizando lápis de cêra, viu suas telas sendo vendidas não só no Brasil, mas também, para clientes europeus,americanos e japoneses. Através de influências fovistas, cubistas e expressionistas, a artista Dina Garcia,desenvolveu um estilo próprio que retrata em diversas temáticas o legado cultural afro-brasileiro.

“Moro em um estado riquíssimo culturalmente, tudo é inspirador, as riquezas deixada pelo legado negro é uma fonte inesgotável de informações e beleza, uma das minhas temáticas prediletas é afro-brasileiro”, explicou Dina Garcia, falando sobre a fonte inspiradora de suas obras que se destacam pelas cores vibrantes e figuras de olhares cativantes. “Minhas temáticas são variadas, porém, todos demonstram a influência afro”,enfatizou Dina, que desde o final da década de 90, adotou a técnica de pintura acrílica para executar seus trabalhos.

                                                                      O Despertar da Artista

Dina Garcia conta que desde criança já gostava de desenhar e pintar. “Quando fiz o magistério, fazia trabalhos didáticos ilustrados e cartazes, ampliava desenhos, dai então que surgiu a vontade de fazer outros tipos de desenhos, releituras e criações minhas. Usava o papel cartaz e coloria com lápis de cera, tempos depois com os trabalhos emoldurados, realizei a minha primeira exposição individual, com o incentivo e ajuda dos meus colegas de cursinho, em 14 agosto de 1992, na Biblioteca Municipal de Cruz das Almas – Bahia”,relembrou a artista plástica.

A partir daí,Dina Garcia, já participou  61 exposições coletivas no Brasil, 4 exposições coletivas internacionais, na França, Itália e Estados Unidos. 17 exposições individuais,em Salvador e Recôncavo, 2 Salões de Artes, em Campinas- SP e Cachoeira-Bahia e da 9ªBienal do Recôncavo,em São Félix -  com a obra "RETRATO DE FAMÍLIA III".Em 2013, A Revista Beach Class, incluiu o nome de Dina Garcia, na lista dos 73 artistas, do Carrocel du Louvre,na França.

“Minha primeira exposição coletiva internacional, foi em 2006, quando fui convidada pela guia de turismo,Creuza Carqueja. Ela conheceu meu trabalho na Pousada do Carmo, em Cacheira-Ba.As outras exposições, os convites foram acontecendo através das fotos”,explicou Dina que falou sobre as dificuldades enfrentadas pelos artistas plásticos, tanto para a realização das obras, quanto para a divulgação, comercialização e participação em exposições e outros eventos no Brasil ou no Exterior.

“Quando você descobre que seu trabalho foi aceito de uma certa forma pelo público, isso lhe impulsiona a lutar por ele, mais nem tudo é possível, uma coisa é fundamental neste trabalho: a condição financeira, é um trabalho elitizado, você tem que ter dinheiro para investir, em material, viagens e exposições, isto tudo independente de vender ou não. Claro que falei de forma individual, mais existem outros meios, através de patrocínios, projetos culturais, apoio, são ajudas que não chegam para todos e sim para uma pequena minoria de artistas que são privilegiados", explicou.

Para Dina, as atuais dificuldades enfrentadas pelos artistas plásticos podem ser minimizadas com a criação de novos meios de incentivo`a cultura, tornando mais acessível a busca de suportes para a realização dos projetos.

“O mercado de arte brasileiro se direciona entre São Paulo e Rio de Janeiro, com a realização de feiras Internacionais, a exemplo da SP-arte e ART-Rio. Novas galerias são abertas a cada ano e cada vez mais este mercado atraí colecionadores, iniciados e iniciantes. Apesar da Bahia, ter um número significativo de produções artísticas não existe expressão alguma no mapeamento setorial. Agora, está surgindo incentivadores para a promoção das Artes Visuais na Bahia, através da divulgação e realizações de eventos culturais”,ressaltou Dina que incentiva as pessoas que estão iniciando nas artes plásticas.

“Se você acredita em trabalho persevere, seja dedicado, tendo sempre em mente que é um trabalho árduo, porém, nada é impossível. Seja devoto de seu objetivo corpo e alma”,enfatizou Dina, que participa este ano, de duas exposições permanentes: na Galeria B. Arte,no Shopping Paralela,Salvador-Ba e na Pousada Convento do Carmo, em Cachoeira-Ba." "Tenho exposição permanente nesta Pousada, há exatamente 18 anos",finalizou a artista.

As obras de Dina Garcia, também podem ser apreciadas e adquiridas no Ateliê da artista, que fica na Av. Getúlio Vargas, 137 - Cruz das Almas – Ba. Tel.75 83114013 ou 75 3621-5451.




Pousada Convento do Carmo: Praça da Aclamação,s/n-centro,Cachoeira-Ba
tel: (75) 44300-000 e (75) 3425-1716.

Nenhum comentário:

Postar um comentário